18 de abril de 2015

Escondes o que Presidente Ricardo?

Semana passada assisti uma REPRISE de uma Sessão ORDINÁRIA da nossa "CASA" (câmara de Parnamirim) e notei a diferença: Os edis estão mais afoitos, já falam até no Aeroporto que eles ajudaram a fechar, em segurança pública, falta da saúde, o lixo... E outros assuntos que nunca interessou a eles.
Como fica complicado para assistir a ORDINÁRIA, fui ao FaceBook e na TimeLine do presidente da Câmara, quase implorei pra que ele liberasse as ORDINÁRIAS, que são gravadas e não estão mais ficando a disposição do POVO de Parnamirim.
Está querendo esconder o que presidente?
Vejo você todos os dias no FaceBook querendo aparecer para se candidatar a Prefeito. Porque não faz alguma coisa, uma proposta descente para o POVO lá na "sua" Câmara e libera a transmissão? Fica mais barato e é bem mais HONESTO!

Ao Presidente da Câmara de Parnamirim

Mandei um recado na TimeLine do presidente da Câmara de Parnamirim faz uma semana e até agora nenhuma resposta. Pois bem vereador, isso me dá o direito de ir a "JUSTIÇA". Mas, como não acredito nessa "justiça" BUFA vou daqui tentar mostrar para o POVO de Parnamirim tudo que existe de POUCA VERGONHA nesta casa que não é sua.

17 de abril de 2015

Gustavo Marciano e a Audiência da Segurança

Valeu Gustavo! SEGURANÇA, é isso aí. Quem disse que vereador não se preocupa com SEGURANÇA? 
Pois foi o maior SHOW a Audiência de Gustavo. Parabéns vereador. Casa cheia e boa discussão. Já o vereador Clenio só faz puxar o saco do prefeitin BUFA, será possível. Ele agora é o "LIDER" da Quadrilha? Ninguém me avisou!

Ação de Improbidade contra prefeito e ex-secretário


Sexta-feira, 17 Abril 2015 08:23
O juiz Valter Antônio da Silva Flor Júnior, da Vara da Fazenda Pública de Parnamirim, recebeu uma Ação Civil de Improbidade Administrativa, oferecida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, contra o prefeito de Parnamirim Maurício Marques, o ex-secretário de Turismo Rogério César Santiago, a empresa F.J. Oliveira de Barros e o seu representante, Francisco Jocelio Oliveira de Barros.
Na petição inicial, o MP disse ter instaurado Inquérito Civil para investigar possíveis irregularidades na contratação da empresa para prestação de serviço de apresentação de bandas musicais, no Município de Parnamirim, durante o Carnaval do ano de 2011.
Denunciou que a contratação das bandas, realizada mediante inexigibilidade de licitação, não atendeu ao disposto no artigo 25, III, da Lei nº 8.666/93, uma vez que não foi realizada diretamente ou através de empresário exclusivo.
O Órgão Ministerial alegou, também, a invalidade do contrato, em razão daquele documento não ter sido assinado pelo prefeito do Município de Parnamirim, mas pelo secretário Municipal de Turismo.
Já a defesa dos acusados sustentou a inaptidão da petição inicial para produzir efeito jurídico, alegando a generalidade dos fatos narrados, o que impediria, segundo sua ótica, o exercício do contraditório e da ampla defesa. Entretanto, no entendimento do magistrado, não vislumbra-se razoabilidade na alegação da Defesa.

Decisão
Para o juiz Valter Antônio da Silva Flor Júnior, a partir dos fatos e fundamentos expostos na peça jurídica do MP, é possível avaliar as condutas dos acusados, os quais, de acordo com o documento, beneficiaram-se do suposto ato de improbidade descrito, na medida em que teriam recebido pagamento decorrente da contratação, como informam os contratos e depoimentos constantes dos autos.
O magistrado explicou o motivo do recebimento da ação judicial: “Não estando o magistrado convencido da inexistência do ato de improbidade administrativa, da improcedência da ação ou da inadequação da via eleita, deve receber a petição inicial da ação civil pública após a manifestação prévia dos réus, nos termos do art. 17, § 8º, da Lei nº 8.429/1992”.
O juiz salientou que o entendimento é de que nessa fase processual prevalece o princípio do in dubio pro societate, não se exigindo do magistrado uma compreensão exaustiva da matéria posta em julgamento.
“Desse modo, o arcabouço probatório que acompanha a inicial revela a existência de indícios de atos de improbidade, nos termos dos dispositivos da Lei n. 8.429/92, de maneira que há necessidade de instrução probatória para o esclarecimento dos fatos imputados aos demandados e exame mais completo do mérito da causa”, considerou.
(Ação Civil de Improbidade Administrativa n.º 0002439-51.2012.8.20.0124)

11 de abril de 2015

Entrega da COMENDA Eva Lucia Continua

Começou a "FESTA" com o Hino Nacional e pela leitura labial, só quem estava cantando o HINO corretamente era Batistão, Valerão e o Secretário cabeçudo de Obras Nambú. 
Toda hora que vou na TV Câmara está lá a REPRISE da Sessão Solene da Entrega da COMENDA Eva Lúcia. Vereador quando não tem o que fazer inventa de tudo. 
Não podia esquecer de comentar sobre o Cerimonial do meu amigo Elizeu. Pra onde se vai em Parnamirm esta ele firme e forte com seu microfone, seja na Assembléia de Deus, Câmara dos Vereadores ou em Tibinha... 
Mas eu queria falar mesmo é sobre o "ARTISTA" careca que esteve lá se apresentando com um violão. O cara se apresentou, atrapalhou 2 poesias, e cantou uma música de Erasmo Carlos - Mulher. Que coisa terrível. Só ensinaram para ele o Mi, o Lá (m), o Ré, e o Sol em cima de Ti sem Dó. 
Teve também uma contemplada com a COMENDA que não foi por que antes da COMENDA ela ganhou uma DENGUE, (segundo Elizeu). Que notícia triste numa noite de "FESTA". 
Só queria saber o que tem dentro de uma COMENDA, seria comida, dinheiro, ouro?... Sinceramente, só se for comida estragada, pois essas outras coisas com tanta gente TRAQUINA ao redor, sumiria e ninguém receberia a tal COMENDA.

7 de abril de 2015

SHOW na Câmara de Parnamirim

Sinceramente. Nunca vi coisa tão ruim na minha vida. Sessão Solene - Entrega da COMENDA Eva Lucia. Engraçado como tudo que se passa naquela casa. E eu ainda estava me deliciando do SHOW que vi na Quinta da Boa Vista no aniversário de 450 anos do RIO, me vem a Câmara pra sacanear. 
Abri pra ver se o Presidente da Câmara Ricardo Gurgel tinha atendido minha SÚPLICA, de liberar as ORDINÁRIAS e o que eu vi foi isso: http://camaradeparnamirim.com.br/tv/. 
E o "CANTOR"? Deve ter custado uma grana pra contratar o gordinho que apesar de não CANTAR nada, também não toca nada. Escutei ele cantar a primeira vêz, depois ele acompanhou umas crianças tocando o mesmo "fundo musical", depois ele acompanhou e atrapalhou um CORAL com a mesma canção desentoada. 
Ainda bem que saiu do AR. 
Presidente, sei que vai ler isso, conheço o MEU e o seu eleitorado e sei que vão pelo menos contar para VOSSA INCELÊNÇA, (como diria o NOBRE vereador Batistão). Libere essas Ordinárias e os Eventos da Nossa Cidade transmitidos pela Câmara. 
Outra coisa. Pede para teu CÂMERA desligar o AUDIO, ou pede pra Valerão e Batistão falarem mais baixo depois dos EVENTOS. Escutei a conversa de vocês aqui no RIO, sem imagem... 

3 de abril de 2015

Henrique Alves está Puto com Isso!

Ao descobrir o motivo da sua derrota ao governo do Rio Grande do Norte, o deputado derrotado Henrique Eduardo Alves, mandou retirar da INTERNET este vídeo. Pois além do AZAR que trouxe para a sua campanha no RN está atrapalhando na escolha do candidato Copa do Mundo a algum Ministério da presidANTA Dilma. 
Como eu não sabia publiquei aqui e no Youtube, e está bombando...

2 de abril de 2015

Ôps! Luz no final do túnel!

Alô POVO de Parnamirim, INTERNET é isso aqui. Ainda nos FINALMENTES, mas, acho que vai dar certo e agora é que a CANINGA vai ser grande (como diz meu brother Juraci da Mata) la de Parnamirim. Antes de qualquer coisa PERDÃO aos AMIGOS e parentes aniversariantes de fevereiro/março. 
Ufa! Achei que não existia mais internet. Tomei quase 60 litros de vinho em mais ou menos 2 meses. Mas, depois eu conto isso e mostro as fotos.
Quase dois mêses de SOFRENCIA total, não desejo isso nem para MauMarques, (meu inimigo nº 1), nem para o Pelego do SINTSERP, nem pra Walter Fernandes lá no DENIT. Os dias não passavam, o sol do Rio 450 (graus) castigava o dia todo neste meu pouco JUÍZO careca. Sem internet. sem CLARO, sem TIM, e sem OI, nada funcionando por aqui. Caos TOTAL. 
As noites eram mais angustiantes ainda, pois a lua não trazia nem um sopro de vento agradável. E como devem ter visto no noticiário, a DENGUE toma conta de Niteroi, São Gonçalo e nosso Itaborai (Morada do Sol) não é diferente. Dengue e "XicoCunha" como diz minha vizinha aqui.
Aqui na Morada do Sol a maior briga é com o MOSQUITO DA DENGUE. Carro Fumacê? Ninguém nem sabe nem que porra é isso. Só vemos um fumacê quando alguém passa fumando maconha ou acende um GERERÊ, é o único fumacê que se conhece aqui.

16 de fevereiro de 2015

Não Existe Internet no Morada do Sol

Como já falei aqui Morada do Sol é um PARAÍSO, canário, rouxinol, sibite, sabiá, curió, galo de campina, papagaio, garça, tucano... Pense num pássaro!? Pois tem, tem até pardal. Furão, tejuaçu, cágado, macaco... Pense num bicho?!... Tem, tem até tatu.
Porém esse paraiso é abandonado, não tem luz, água, telefone, internet, transporte público, afinal, só tem mesmo gente que gosta muito do lugar, também não passa lixo.
E, mais uma vez sem internet, e desta vez, IMPERDOÁVEL! Mudei, ABANDONEI a NitNET, a internet cujo provedor é no Morro do Bumba em Niterói, e as pessoas têm que esperar o tiroteio acabar para o CHEFE liberar o SINAL. Só espero ser bem tratado no próximo provedor.
Meu problema é parecido com o de 80% dos cidadãos brasileiros que "SE ENGANAM" e que dizem, acham e se enganam pensando que têm internet BANDA LARGA.